English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

RELATO DOS LEITORES #1

Olá a todos, como vão? Espero que ótimos!

Estamos recebendo muitos e-mails por dia e o legal é que muitos são relatos. Achei interessante e até não contava com isso quando criei o blog. O fato realmente nos remete a uma reflexão. O quanto as sombras agem na realidade? É interessante separar os polos; ficção e realidade.

Quero dizer que além dos fatos que são expostos nas postagens (alguns bem conhecidos), existem fatos corriqueiros, onde o sobrenatural age a cada minuto com a mesma essência do passado. Sendo assim, nós vivemos ele e fazemos parte desse mundo de sombras. Alguns um pouco mais, outros menos; mas todos fazemos parte dessa assustadora realidade.



Lendo alguns deles (são muitos) tive a idéia de criar uma seção intitulada "Relato dos Leitores" para que todos conheçam a sombria realidade de alguns com três relatos por postagem. Se você tiver algum relato e quiser revelar ao mundo pode nos enviar por e-mail (Se quiser anonimato especifique no e-mail).

Tentei manter a estrutura dos textos para que o leitor se sinta como se estivesse lendo realmente o relato por e-mail e sinta a aflição dos protagonistas.

Espero que gostem. Abraço a todos e até breve.

J.


  


Minha avó contou que certa vez os irmaos mais velhos dela foram a um baile, coisa de interior sabe, (eram em uns 9 irmaos acho) e eles brigaram feio la, e cada um voltou por um caminho diferente em seus cavalos, eles sempre voltavam juntos dos bailes, nessa noite que eles voltaram separados, um deles relatou que enquanto voltava na estrada na madrugada (naquela época era td cheio de arvores e mato p td quanto era lado) apareceu um cachorrinho branco na frente do cavalo, o cachorrinho andava na frente do cavalo e dava umas olhadas p tras pro irmao da minha avó, o cachorro meio que atrapalhava a passagem do cavalo, entao o irmao da minha vó comecou a andar mais depressa com o cavalo, e o cachorro ainda na frente do cavalo andando calmamente e nao estava correndo, entao ele decidiu correr com o cavalo, o cavalo corria e msm assim o cachorrinho andava na frente do cavalo calmamente, minha vó disse q ele chegou em casa apavorado. O outro irmao dela que estava em caminho diferente disse que em um certo ponto da estrada ele comecou a ouvir barulhos estranhos e via as moitas mexerem acompanhando ele, ele viu nas arvores e nos galhos das arvores, roupas rasgadas penduradas e havia sangue, as moitas mexendo atras dele comecaram a mexer cada vez mais perto dele, entao ele saiu em desparada com o cavalo, chegou em casa junto com o outro irmao q havia brigado, se trancaram em casa, minha vó disse que depois disso eles nunca mais brigaram e se separaram outra vez, um desses irmaos da minha vó eu cheguei a conhecer quando eu morei no interior do Paraná, em Inajá, ele contou a msm historia, o que me fazia ficar com muito medo ainda mais pq eu era crianca... 

Amiga leitora (Não quis ser identificada)







Amigo leitor (Não quis ser identificado)  

RELATO REMOVIDO A PEDIDO DO LEITOR :(


Aconteceu comigo! Não tenho dúvida, aconteceu comigo.

Como de costume durmo todas as tardes sem o menor peso na consciência. Não gosto que ninguém me acorde, pois corro o risco de acordar mal humorada. Desligo celulares.

Quando foi Sexta-feira da semana passada (07 de Dezembro de 2012) ao acordar no final da tarde, abro os olhos e vejo uma menina vaidosamente se olhando no espelho.
Ela vestia um lindo vestido tipo o de Alice, com fitas e grande laço. Arrumava os cabelos, rodava para um lado, rodava para o outro e num impulso me lembro que ali não tem espelho.



Fiquei logo espantada e a primeira coisa que me veio a cabeça foi de se esconder. Num impulso muito rápido.  Escondo-me!

Neste momento lembro-me que ali onde a criança estava não havia espelho. Fico parada um pouco para ouvir algo e o silêncio reinava, nem a criança fazia mais movimentos.

Saio e vejo que não há ninguém, tranquilamente fico. No outro dia chego a casa da minha mãe e conto para minha sobrinha o acontecido e ainda comento: No lugar que ela estava não havia espelho e a cena era muito real.

Vou para casa e ao entrar lembro-me da cena e me viro para o local onde a menina estava e vejo um vulto passando rapidamente.

Aconteceu comigo.

Amiga leitora (Não quis ser identificada) 



14 comentários:

  1. Parabéns pelos texto, o primeiro é de arrepiar.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Cara adorei tem alguns um pouco forçados mas tive vontade de escrever também. já mandei o e-mail. Parabéns pelo blog está ótimo também!

    ResponderExcluir
  3. adorei os contos o mais legal na minha 0pnião foi o segundo... imagino ir numa casa dessas huasehuaseh todos monstros q conheço --'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não queira isso....sério mesmo,não queira isso

      Excluir
  4. Caramba, impressionante esse contos... veridicos ou nao



    acho que isso foi o mais certo a fazer ja que o povo sabe de muito mais coisa que so uma pessoa xD

    ResponderExcluir
  5. Mandei um email já sobre algumas coisas que aconteceram comigo, ah o blog está otimo BTW XD

    ResponderExcluir
  6. Você não foi pegar o selo do conde.

    ResponderExcluir
  7. tenho que arrumar um tempo pra te mandar estorias tb..
    e são muitas hein...eu meio que tenho o "lado espiritual muito sensivel"
    vou enumera-las em minha mente e escrevrei algumas pra vc.
    acredito que os leitores vão gostar muito...
    bjos bjos....

    ResponderExcluir
  8. Vlh eu so puto de medo pq moro do lado de um cemiterio, e vejo muita coisa acontecendo no cemiterio, ate pq minha janela da direto pra ela. '-'

    ResponderExcluir
  9. cONHECI O SITE AGORA,3 DA MANHAM ,10 DE JANERO DE 2014,LOGO,LOGO MANDAREI UNS RELATOS MEUS PARA SEREM PUBLICADOS.

    ResponderExcluir
  10. como se manda um relato?

    ResponderExcluir