English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

VIAJANTES DO TEMPO : CASO RUDOLPH FENTZ

Olá amantes do terror, como vão? Espero que ótimos!

Times Square... Muitos podem saber, mas mesmo assim vou explicar o que é.

Localizado na região central de Manhattan (Nova Iorque-EUA) numa espécie de junção de avenidas o local aparenta ser uma espécie de largo ou praça cercado por grandes edifícios repletos de uma luminosa e tecnológica publicidade. Ali se localizam grandes empresas, teatros e escritórios famosos, como Broadway, ABC, MTV, Nasdaq etc... 



Para vocês terem noção, não é a Torre Eiffel, nem a Estátua da Liberdade e muito menos o Cristo Redentor o local turístico mais visitado do mundo, mas sim a Times Square. Sim! Aquela junção de edifícios repletos de letreiros digitais é o local turístico mais visitado do mundo.

Muito legal, não é? E o mais legal ainda é que não são somente turistas de todo o mundo que visitaram ou visitam o local. Existiu algo a mais...

A famosa Praça do Tempo (Nome perfeito) recebeu um ilustre visitante às 23:15 de uma noite (início de Junho) no longínquo ano de 1950. Um visitante inesperado, raro e confuso chamado Rudolph Fentz. Ele acabara de chegar de uma longa e sombria viagem que poucos puderam realizar. Uma viagem sem volta. Única! E que originou-se diretamente no ano de 1876. 

Não acredita? Então clique em QUERO MAIS para conhecer toda a verdade. É real!

Mas antes...

Sejam bem vindos os novos seguidores do blog : Caio, Daniel, Sayra, Maicon, Francisco, Diego, Will, Portal dos Mitos, Emerson, Uchiha, ThorII, Alexandre,Gil 15100, Apolo, Vivi, Marcio, Amigos Glogueiros, Warlisson, Faynbret, Victor_vet 2009, Camila, Mahiro, Juh, Tácita, Priscila, chandler, Anonimus, Heigo, Aro e Isabelle. Sejam todos muito bem vindos e a casa agora também é de vocês. Podem enviar e-mails, críticas e comentários a vontade. Se quiserem ajudar é só dar um clique no botão vermelho +1 no topo da página. Grande abraço a todos e obrigado pelo apoio e agora, como de costume vem o print.

Bem Vindos !


Eram 23:15 de uma bela noite iluminada na Times Square. O ano era 1950. O movimento de veículos era constante e o de pedestres ainda maior. As portas das casas de espetáculos começavam a se abrir e muitas pessoas saiam em busca de um taxi ou em direção a seus veículos. Naquele momento o movimento era ainda mais constante e o fluxo de veículos e taxes predominavam. Como vocês podem ver nas fotografias tiradas na época, logo abaixo.





No meio da multidão havia uma figura diferente. Era um homem trajando roupas antigas e, segundo relatos, parecia bastante atordoado e confuso. Em principio, permaneceu estático, com as as mãos sobre a face tentando esconder os olhos das luzes. Pouco tempo depois tornou-se instável e desesperado e passou a vagar entre os carros que transcorriam rapidamente pelo local.

A figura chamou a atenção de muitos que puderam observar um homem com atitudes absurdamente confusas e desnorteadas. Ele vagou por um tempo entre os carros numa expressão de puro horror e desespero. Pouco tempo depois ele voava para a morte após ser atingido por um táxi e caiu desfalecido aos pés dos transeuntes.

E assim se inicia um grande mistério até hoje sem solução.

Hubert Rhim era o chefe de polícia da época e encarregado do caso. No início tudo parecia muito comum. Fora um atropelamento. A cidade estava cheia de atropelamentos. Era recolher o corpo, identificar a vítima, encontrar a família e encaminhar o enterro. Tudo muito simples... 

Até ele ver a vítima pela primeira vez.

Era muito estranho, o homem trajava roupas muito antigas, mas que aparentavam ser novas. Poderia ser um ator ou cantor trajado para uma peça qualquer, afinal aquele lugar era repleto de casas de espetáculos. Bom restavam os pertences para que o sujeito fosse identificado. Foi aí que a coisa ficou muito confusa.

Os pertences que carregava eram:

  • Uma moeda antiga. Moeda do Século XIX,  já fora de circulação;
  • Uma carta com carimbo postal datada de Junho de 1876;
  • Algumas antigas cédulas de dinheiro datadas do mesmo ano, totalizando U$ 70,00;


  • Um vale para compra de cerveja no valor de 5 centavos, com o nome de um bar, desconhecido  até mesmo para os moradores mais antigos da área;
  • Um projeto de lei para o atendimento de um cavalo e da lavagem de uma carruagem, com endereço de um estábulo situado na Avenida Lexington. Avenida não listada em qualquer livro de endereços da época;
  • Cartões de visita com o nome de Rudolph Fentz e um endereço na Quinta Avenida;

O que mais impressionava entre os pertences é que nenhum deles parecia corrompido com o tempo. Tudo parecia novo e até a moeda brilhava ao cobre polido. Tudo no desconhecido era antigo. De outra época. Até mesmo as roupas de baixo. Aquilo impressionou muito o chefe de polícia Hubert Rhim, mas claro que haveria uma explicação lógica e aquele homem poderia ser um antiquário ou coisa parecida, por isso carregava consigo aquelas coisas. 

Então estava definido. O homem possivelmente se chamava Rudolph Fentz e morava na quinta avenida. Agora era só ir ao local e informar a família.

Para a infelicidade dos policiais no endereço citado na quinta avenida só encontraram um barracão onde as pessoas que ali trabalhavam nada sabiam sobre Rudolph Fentz. Nunca ouviram falar e nem mesmo conheciam alguém com esse nome.

Estaca a zero a polícia tentou localizar a família do homem através de uma minuciosa procura em listas telefônicas. Retrocederam ano por ano até que na lista de 1939 conseguiram encontrar alguém com o nome de Rudolph Fentz Júnior. 

Entraram em contato com os moradores do local que afirmaram terem adquirido a residência da viúva de Rudolph Fentz, este que morrera em 1945. A viúva mudara para a Flórida e um endereço foi dado para a polícia. Como podem notar, as datas divergem e a polícia já não esperava se tratar do mesmo homem, mas tudo tinha que ser esclarecido.

Não tardou para que o contato de Rubert Rhin com a viúva fosse realizado. A senhora Fentz era uma idosa de idade avançada. Ela afirmou que o homem atropelado não poderia ser seu marido, pois ela o virá morrer e tinha ido ao seu enterro. Era impossível ser ele! Contudo afirmou que o nome de seu marido era o mesmo do pai e, que este havia desaparecido numa noite no ano de 1876.

A viúva ainda mostrou algumas fotografias antigas de Rudolph Fentz que seu marido guardou por toda a vida. Para a surpresa da polícia era um homem idêntico ao que fora atropelado na Times Square naquela sombria noite em 1950.






Embora o caso seja extremamente incomum, poderia sim ser uma coincidência, o fato de dois homens serem confundidos no meio policial já ocorrera e muito mais de uma vez. Mas, uma procura mais incisiva no endereço dos cartões encontrados com o homem atropelado levaram os detetives a constatar que, segundo alguns registros policiais da época, aquele endereço era justamente o local onde Rudolph Fentz havia desaparecido em 1876.

Esse fato é histórico e testemunhado por policiais (A maioria já falecidos) que trabalharam no caso. Diversas revistas publicaram os depoimentos demonstrando ao mundo este grande caso sem solução. Com a revolução massiva da internet a história tornou-se ainda maior e viral. Muitos jornais da época publicaram o fato e apresentaram depoimentos de testemunhas que visualizaram o acidente e de alguns ex-policiais que participaram do caso.

Muitos condenam o fato e dizem ser uma grande mentira que surgiu através de um conto do escritor Jack Finney (1911–1995) publicado por Robert Heinlein em uma antologia de contos de ficção científica  em 1952.

A antologia saiu em 1952, mas o homem foi atropelado em 1950. Contudo o autor disse que o texto já existia antes desta data e alguém o utilizou em um dos jornais. Mas, o mais interessante é que não existe qualquer publicação do conto citado antes de 1952.

E agora? Quem está falando a verdade? Eu acredito na viagem temporal! E você?

As provas, segundo relatos dos policiais ainda estão mantidas em exclusividade do poder público, pois esse seria um caso até hoje sem solução, portanto o caso ainda está aberto.

Eu sinceramente acho que tem muito mais poder por detrás disso tudo. Muito mais...

Grande abraço a todos e até breve!


24 comentários:

  1. Oh! \o/
    Esperando por mais, sempre mais, sedento por mais...
    As viagens temporais devem realmente ser possíveis, a única coisa que falta é ela ser segura.
    O paradoxo temporal é basicamente algo que não pode existir em nossa realidade, se uma viagem de volta causar uma interrupção de si mesma, o que poderia afinal acontecer com o seguimento do tempo?
    Basicamente é como em Doctor Who (fã da série aqui o/), a viagem temporal só é possível em brechas e você não pode retornar até ter terminado de existir naquela passagem de tempo.
    Algo deveras complicado, não?
    Espero pelo menos que se os buracos de minhoca puderem ser produzidos de forma segura e de baixo custo, que possamos visitar outros lugares no universo... Esperançoso! ^^
    Os fatos reais são os melhores na minha opnião, deixando-me mais ansioso com o mundo do MEDO...
    É por isso que eu digo e repito: "QUERO MEDO"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Victório é sempre bom ler seus comentários.

      Eu tenho uma posição parecida com a sua e acredito sim nesta possibilidade e também torço para que o fato seja possível logo. Mas acredito que não será algo acessível, não somente em em custos, mas prioritariamente será algo militar e restrito. Grande abraço e valeu pelo apoio sempre! Até breve.

      Excluir
  2. Cara eu amo esse blog matéria ótima,demora um pouco mais quando vem é o melhor. O MELHOR BLOG DE TERROR FALOWS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amigo. Volte sempre que quiser. Até breve.

      Excluir
  3. Gosto muito desse blog. A meu pedido, seria bom se você criasse uma matéria sobre os mistérios de "Chernobyl"
    Agradeço :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro amigo, que bom que gosta do blog. É sempre bom agradar. É uma boa proposta vou trabalhar no tema. Depois deixa o seu nome para eu citar na postagem. Grande abraço e volte sempre!

      Excluir
  4. I ԁo not κnow іf it's just me or if perhaps everybody else encountering problems with your blog. It appears like some of the text in your posts are running off the screen. Can someone else please provide feedback and let me know if this is happening to them too? This could be a problem with my web browser because I've had this hapреn bеfoге.
    Thanκ you

    Here iѕ my ωеblοg; isolve.com.br
    my page: http://www.Prweb.com/releases/silkn/sensepilreview/prweb10193901.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok Internet Explorer não é recomendado no QUERO MEDO. Abraços.

      Excluir
  5. é um caso bem curioso,a á teoria do buraco negro... mais nunca se sabe coisas estranhas acontecem a todo momento, mais poucas caem em conhecimento publico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como vai Junior? Exatamente esse é o objetivo do blog informar, tornar o oculto real. Fazer parte da sua existência; portanto ser cultura. Grande abraço e obrigado sempre pelo apoio. até breve.

      Excluir
  6. Nossa, muito interessante... Acredito sim e Viajem no Tempo.
    Tem tantas coisas desse mundo que ainda não sabemos... " Mistérios da Humanidade ".
    Ah e apropósito valeu pelo Print. \õ/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Emerson. Seja bem vindo e obrigado pelas visitas e comentários. Abraços e volte sempre que quiser.

      Excluir
  7. Arrepiou \o/ demorou mais voltou voltando hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diego. Que bom que gostou. Grande abraço e volte sempre que quiser. Valeu pelo apoio. Até breve.

      Excluir
  8. Acredito sim,muito interessante por sinal,viagem no tempo sempre termina em discussões de como o tempo se alteraria se algo fosse alterado em outra linha temporal,uashuahsuah,gosto de ficar pensando nisso,é bem intrigante..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dante. Valeu pelas visitas e comentários. Realmente o conhecido efeito borboleta seria devastador em alguns casos, mas em outros talvez seriam muito bons. Tipo da um tiro na bunda do Hitler. Abraços e volte sempre amigo. Até breve.

      Excluir
  9. Adoro histórias sobre viagem no tempo!!

    ResponderExcluir
  10. Obs: você não pensa em entrar no Twitter? Seria um outro canal para avisar sobre postagens novas! Eu te seguiria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Naomi. Não sou muito adepto a redes sociais. Uso o G+ por ter poucas pessoas. Mas devido a necessidade estamos trabalhando nisso para agradar vocês. Em maio teremos novidades. Grande abraço e volte sempre! E obrigado por participar.

      Excluir
  11. Muito Bom,acredito que ele fez a viagem temporal ,mas ,como?
    Eu tava vendo um post de imagens para o Hallowen e vi uma imagem na qual vc até mencionou que iria fazer um post somente para ela.Quando vc vai poder fazer esse post?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Caio logo vou postar sobre ela, prometo. É um prazer te-lo aqui e espero que volte sempre. Abraços e até breve. Quando escrever seu nome irá nela. :) Até breve.

      Excluir
  12. É o famoso caso da física do impossível.
    Um elefante pode aparecer do nada no seu quarto a qualquer momento.
    Mas é muito, mas muito raro e difícil isso acontecer, mas existe a possibilidade.
    Pode ter acontecido com esse cara. Mesmo que mt improvável e ele seja só um louco.

    ResponderExcluir
  13. Esse e o melhor blog de terror q já vii e li em toda minha vida..parabéns cara adorei seu blog

    ResponderExcluir