English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

O TERCEIRO - FANTASMAS SALVADORES


T S Eliot, em meados de 1922,



"Quem é o terceiro que anda sempre ao seu lado? "Quando eu conto, há apenas você e eu juntos/ Mas quando eu olho para a frente, para a estrada branca/ Há sempre um outro que anda ao seu lado."

Olá amantes do terror, como vão?

Espero que ótimos!

Esse poema é magnífico, contudo nos diz algo. Quem são aqueles que andam ao nosso lado? Quem são aqueles que nos remetem mensagens na hora do perigo?

Muitos de nós já ouvimos as vozes, e nos silenciamos nas ações, entretanto alguns as ouviram e agiram e puderam relatar como sobreviveram;

Esta postagem trata (para nossa alegria) de Salvações Fantasmas:

É extremamente real, vejam os casos.







  • George Maxwell separou-se de seu pelotão em No-man’s-land. Ele estava totalmente perdido e presumia por sua infelicidade estar muito perto das linhas inimigas. O medo era tudo que sentia, ele estava prestes a seguir por uma direção aleatória quando uma voz ordenou: "Sente-se e aguarde o socorro".

  • Trazido de volta à realidade pela veracidade da misteriosa voz, Maxwell obedeceu. Não tardou, um dos soldados do seu pelotão o encontrou ajoelhado em uma vala de combate e o levou de volta aos amigos de causa.


    
    
    








    Tempos de guerra sempre tem mais...



    O ano era 1917. Enquanto adormecido em uma vala na França, William Bird acordou, muito assustado, com alguém que o sacudia-o desesperado. Ele estava cansado, acabara de passar por uma grande batalha em Vimy Ridge e estava exausto. Involuntariamente tentou afastar quem o sacudia, mas este não desistiu de sacudi-lo com urgência.



    Então Bird - que não era soldado, mas jornalista - ainda muito cansado, abriu os olhos e para seu espanto - Ali estava seu próprio irmão, Steve, que havia sido dado como desaparecido em ação na guerra um ano em meio antes.



    "FRASE DO PRÓPRIO BIRD EM DEPOIMENTO POSTERIOR":



    "Steve colocou a mão quente sobre a minha boca antes que eu pudesse gritar minha felicidade." - "E então apontou para o meu saco de dormir dentro de uma das barracas e depois para o meu rifle. 'Pegue suas coisas'"


    Com a felicidade em ver seu irmão ele nem pensou sobre como ele o havia encontrado. Pegou suas coisas e seguiu o saudoso irmão, que o levou para longe daquele lugar, enquanto muitos outros homens ainda dormiam.Quando a curiosidade tão humana resolveu manifestar-se, solicitando ao irmão o questionamento sobre aonde estavam indo, seu irmão virou por uma esquiva trincheira e desapareceu.

    Bird procurou-o freneticamente, contudo seu cansaço era tão grande que percebeu já estar dormindo em pé. 

    Algo ele jamais esqueceria: Steve estava usando naquela noite um uniforme militar de 1915 - dois anos fora da data.

    Talvez tivesse sido um estranho sonho, possível certeza. Então Bird acolheu-se para dentro de uma outra trincheira próxima e adormeceu. Na manhã seguinte, ele foi acordado por soldados que ficaram felizes por encontrá-lo vivo, pois a trincheira onde ele estava antes do estranho sonho com seu querido irmão fora atingida por uma granada, e todos os homens que ali haviam se refugiado, agora estavam mortos.

    Como prova, William foi levado para ver os corpos de seus amigos, que não tiveram a mesma sorte.

    Talvez tenha sido realmente um simples sonho de Bird? Não acredito!

    Mas não acabou amantes do terror. Aqui no QUEROMEDO.COM sempre tem mais.




    O ano era 1989, dois alpinistas que viajavam separados no monte Kanchenjunga na Índia.

    Lou Whittaker, por algum motivo que nos faz repensar nas situações da vida decidiu subir as montanhas separado de sua esposa. Talvez uma pequena competição? Uma simples rivalidade? Como saberemos?

    Independente das nossas afirmações eles prosseguiram.

    Cada um de um lado.

    Os dois chegaram ao cume Loddd Da mesma forma, mas a descida não foi igual. Lou até que foi bem, mas sua esposa não passou por bons momentos.

    E ali estava o terceiro homem. (neste caso a terceira)


    Ao encontrarem-se nos acampamentos a senhora Wittaker sofria de uma doença desconhecida. A dor estilhaçava-lhe o corpo e não podia prosseguir. Foram abandonados por um tempo pois não podiam progredir. Os amigos juravam trazer médicos e medicamentos e progrediram na descida.


    
    
    


    Foram três semanas: A dor dilacerava a senhora Wittaker. Lou não tinha muito o que fazer além de esperar a ajuda prometida e manteve-se ao lado da esposa. 


    Então a terceira apareceu: Uma mulher tibetana de meia-idade. Ela faria companhia a Lou, todas as noites por três semanas.


    Ela trazia do caminho de algumas ervas e pequenos alimentos por  'TRÊS SEMANAS' . O mais incrível é que o casal a juravam ver bidimensionalmente, mas isso não os assustava, pelo contrário trazia-lhes paz. Uma tranquilidade de sobrevivência quanto à aflição que sofriam.


    Após algum tempo foram resgatados e hoje nos servem com seus valiosos relatos.


    E mais...




    Sir Ernest Shackleton, após seu barco ficar preso em gelo, em 1916. Com apeans dois tripulantes, Shackleton percorreu cerca de 25 quilômetros de um trecho montanhoso da Antártica. Em certo momento do percurso, os três homens tomaram conhecimento de uma outra presença (O TERCEIRO HOMEM ) acompanhando-os e orientando-os.

    O terceiro homem pareceu escoltá-los com segurança até uma estação baleeira. No entanto, nenhum dos homens falou sobre ele durante a própria jornada, cada um pensando que fosse o único a perceber o companheiro extra.

    Mais tarde, quando o capitão Shackleton foi questionado sobre isso, ele disse que a experiência tinha sido muito transcendente para ser objeto de eventuais "investigações paranormais".


    Mas não acabou! Infelizmente tem mais..

    Recentemente...

    Num passado mais recente, três sobreviventes do 11 de setembro afirmaram que foram orientados à segurança por presenças fantasmas.



    Uma delas foi cercada por uma parede em chamas, mas foi estimulada a seguir por outro caminho, onde encontrou as escadas da Torre Norte ainda em funcionamento. 

    Outra vítima conta que uma misteriosa voz consolou-a enquanto estava embaixo dos escombros. 

    
    
    

    Um terceiro conta que enquanto estava preso sob uma pilha de concreto, recebia visitas e incentivos daquilo que ele chamou de "monge".

    O que seriam esses seres que nos protegem? Nunca saberemos. Os jalecos brancos afirmam que são minucias de um cérebro cansado e avariado.

    O que você diria?




    QUEROMEDO.COM agradece a sua presença.






    4 comentários:

    1. Carambaaa. Amei a postagem!! Assustador mesmo!! Que bom que o site voltou!

      ResponderExcluir
    2. assustador ,sinistro

      ResponderExcluir
    3. adorei ,algo semelhante ocorreu comigo por esse motivo diria que não são fantasmas mas sim protetores

      ResponderExcluir